Principal
Mapa do Site
Localiza��o
Contactos

Início
Apresentação
Organização Interna
Cursos
Estudantes
Estágios/Emprego
Mobilidade/Internacional
Oficinas/Laboratórios
Recursos Humanos
Serviços Académicos
Legislação/Normas
Divulgação/Investigação



Bibliotecas









Pesquisa



< voltar  Oficinas/Laboratórios  

SERVIÇOS

A Oficina de Madeiras tem como objectivos:

a) Apoio ao desenvolvimento de projectos no âmbito dos planos curriculares dos cursos ministrados na escola, trabalhando em estreita ligação com estes;

b) Apoio de âmbito extra-curricular, seja em actividades e inventos em que os cursos ministrados na escola estão envolvidos, seja noutros, como Workshops;

c) Apoio técnico e logístico à própria instituição na elaboração de instalações, estruturas e mobiliário específico de apoio inerente às actividades lectivas presentes na escola.

No âmbito geral de apoio ao desenvolvimento de trabalhos académicos a Oficina de Madeiras proporciona acompanhamento permanente de um técnico que auxilia os utilizadores numa melhor prática de trabalho e na busca de soluções técnicas ajustadas a cada caso, possibilitando a execução de inúmeras tipologias de trabalho.

Atendendo o controlo de todos os recursos afectos à oficina, a garantia do bom estado de operacionalidade das máquinas, ferramentas e equipamento e, essencialmente, a garantia da segurança de todos os utilizadores, a acessibilidade à Oficina de Madeiras está condicionada pelo respeito das seguintes regras:

a) O usufruto da oficina tem que ser justificado perante enquadramento nos tipos de actividades definidos no manual de procedimentos da mesma;

b) No uso da oficina para actividades de desenvolvimento de trabalhos discentes no âmbito de complementação dos planos curriculares o utilizador deverá fazer-se acompanhar por uma justificação/autorização do docente da disciplina para a qual se destina o trabalho, preenchendo o “Formulário de Requisição de Serviços e Materiais” da oficina;

c) A oficina só poderá ser utilizada na presença do responsável - docente, técnico ou monitor – que esteja capacitado e possua o conhecimento técnico inerente ao correcto funcionamento da oficina e do seu equipamento;

d) O trabalho a realizar no espaço oficinal só poderá ter início após aval do responsável e, deverá ser precedido pelo registo no «Mapa de Utilização das Oficinas da ESAD.CR», Anexo 3, disponível à entrada;

e) Respeitar todas as condições gerais de utilização da oficina, afixadas à entrada da mesma, designadamente quanto à acessibilidade, horário de funcionamento, lotação, acesso a materiais da oficina, normas de segurança, higiene e limpeza e comportamento e responsabilidade.





© 2006 Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha
Desenvolvido por
SITEWORK,LDA




Volta ao topo da p�gina